Núcleo de Apoio à Pesquisa – MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Português Inglês Espanhol

Inovação tecnológica, bioenergia, sustentabilidade e contribuições para as reduções das emissões de gases do efeito estufa

A substituição de energias fósseis por outras fontes renováveis, entre elas as fontes associadas a bioenergia e biocombustíveis, é a atual tendência mundial por razões de redução das emissões de gases de efeito estufa, de natureza geopolítica, da redução dos custos de produção e de confiabilidade no suprimento a longo prazo. Esta tendência é generalizada e é observada, principalmente, em países de grande consumo energético e de correspondentes emissões de GEE – gases de efeito estufa, com forte dependência de suprimento de insumos de outras regiões. Neste aspecto, os países de clima tropical com condições favoráveis ao cultivo de biomassas de alta produtividade precisam se estruturar para aproveitar esta tendência mundial. Por outro lado, o uso dos biocombustíveis vem sendo criticados nos países desenvolvidos quanto suposta à baixa sustentabilidade de seu modelo, especialmente quanto aos critérios social e ambiental. Dentre as principais críticas que sofrem podemos citar: geram inflação alimentar, na área agrícola as condições de trabalho são inadequadas, contribuem para desmatamento e para o aumento dos gases do efeito estufa, etc.

Assim a inserção do etanol brasileiro em mercados internacionais dependerá entre outros fatores destas questões de sustentabilidade. Balanços de energia e dos gases de efeito estufa positivos e de recursos não renováveis como a água, serão fundamentais para melhorar a aceitação deste biocombustível. Para tanto, diversas iniciativas estão em andamento visando a definição de critérios e indicadores de sustentabilidade, voltados para a certificação dos Biocombustíveis em geral.

Os desafios deste projeto estão relacionados a algumas questões-chave:

  • Quais os indicadores de sustentabilidade mais relevantes na área agrícola?
  • Quais são os sistemas de produção de cana com melhores performances ambientais, sociais e econômicas?
  • Quais são as perspectivas de inovação de tecnologias sustentáveis no setor, especialmente na agricultura?
  • Quais são os impactos das novas tecnologias na sustentabilidade do setor?
  • Quais as principais interações diretas e indiretas da produção da cadeia do etanol com outros sistemas complexos?