Núcleo de Apoio à Pesquisa – MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Português Inglês Espanhol

Paleoclima

O desconhecimento dos modos pelos quais os ciclos naturais de variabilidade climática podem interagir com os efeitos antrópicos sobre o sistema climático pode ter consequências trágicas para a sociedade. Um dos maiores problemas para a discussão de tal questão é a limitação temporal dos registros climáticos instrumentais. Estes registros não são extensos o suficiente para permitir uma análise robusta em escala temporal multi-decenal, secular ou mais longa. Dessa forma, o conhecimento aprofundado das oscilações naturais do sistema climático é essencial para avaliar o impacto antrópico sobre o clima e ecossistemas a ele subordinados, além de contribuir decisivamente nas projeções de cenários climáticos futuros. Registros geológicos de climas pretéritos como aqueles baseados em análises geoquímicas de estalagmites e de sedimentos marinhos podem auxiliar significativamente no entendimento das mudanças climáticas.

Apesar dos recentes avanços, as variações paleoclimáticas ocorridas na América do Sul e no Atlântico Sul (sub)tropicais ainda não são conhecidas adequadamente. Com este subprojeto espera-se contribuir de maneira significativa para o debate dos possíveis impactos das mudanças climáticas do passado sobre a porção (sub)tropical da América do Sul.

Neste sentido, o objetivo principal deste subprojeto é (i) determinar a variabilidade da precipitação sobre a América do Sul (sub)tropical nas escalas temporais milenar a multi-decenal, e (ii) atribuir causas primárias às mudanças reconstituídas. Esse estudo será fundamentado em resultados de análises isotópicas, geoquímicas e sedimentológicas obtidas a partir de estalagmites e testemunhos sedimentares marinhos coletados em sítios cuidadosamente selecionados na América do Sul e no Atlântico Sul. Esse tipo de estudo é necessário para descriminar a importância relativa das forçantes naturais e antrópicas nas mudanças da precipitação na América do Sul (sub)tropical. As reconstituições paleoclimáticas produzidas serão também empregadas na validação dos resultados de simulações climáticas.