Núcleo de Apoio à Pesquisa – MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Português Inglês Espanhol

A mudança do clima e seus impactos no Oceano Atlântico Sul

Os oceanos formam um sistema complexo, multiconectado, com muitos fatores complicadores que são introduzidos pela geometria das bacias oceânicas, pela presença dos limites terrestres, forçantes atmosféricas, interação com a criosfera e biosfera e por variações associadas à dinâmica da plataforma continental. Além disso, dificuldades de observação e o seu alto custo, em tempo real, cria um problema sério de amostragem que em parte é resolvido através do emprego da modelagem numérica onde os resultados de baixa resolução espacial dos modelos globais de circulação geral são aninhados às componentes isoladas (atmosfera, oceano, superfície terrestre, etc ..) com capacidade de resolver escalas regionais de movimento.

Modelos climáticos são as ferramentas adotadas tradicionalmente para gerar as projeções do clima no futuro usando os cenários de desenvolvimento variados. Esses modelos globais são altamente complexos, mas de baixa resolução, da ordem de 200 Km. Essa resolução espacial das simulações numéricas do clima global não é, de maneira alguma, adequada para estudos regionais, como no caso deste projeto, cujo foco é avaliar impactos e vulnerabilidade às mudanças climáticas da região do Oceano Atlântico Sul (OAS). O clima regional/local é predominantemente afetado pela circulação que ocorre em escalas espaciais/temporais menores. Como resultado, os modelos de circulação global não conseguem capturar explicitamente a estrutura dinâmica da alta-resolução (e complexidade física) que caracterizam as variáveis climáticas na região de interesse, as quais são absolutamente necessárias para a avaliação de impactos. A importância de cenários climáticos em alta resolução (mantendo a complexidade física) para estudos de impactos e adaptação às mudanças climáticas é um assunto ainda na fronteira da pesquisa científica, cuja importância vem sendo reconhecida pelos setores produtivos da sociedade.

O Objetivo específico desse sub-projeto é obter projeções climáticas em escala regional-local para o OAS-Sudoeste a partir da modelagem numérica de maneira a avaliar seus impactos.